Contrate agora Soluções Vogel

Contrate agora Soluções Vogel

Área do cliente

14. Nov. 2017 Fibra óptica: como funciona e quais as suas vantagens

TAGS:

Buscar no blog


Fibra óptica: como funciona  e quais as suas vantagens

A fibra óptica começou a ser utilizada como tecnologia de comunicação no final da década de 1980, quando o primeiro cabo intercontinental ligou os Estados Unidos à Europa. Anos depois, os avanços da tecnologia permitiram que o número de ligações simultâneas passasse de 40.000 para 200 milhões de circuitos telefônicos conectados ao mesmo tempo — tudo graças a ferramentas como CDWM e DWDM (que permitem a transmissão de dados diferentes pelo mesmo canal físico). Hoje, os cabos de fibra já conseguem transmitir 1,6 Tbit/s.

Com a expansão de serviços de internet como VoIP, computação na nuvem e videoconferência, empresas necessitam de conexões cada vez mais velozes. Para conseguir manter um grande número de computadores conectados e, ao mesmo tempo, entregar uma conexão estável, rápida e com baixa latência, organizações estão migrando para a fibra óptica. Quer saber mais sobre o assunto? Então leia este post e descubra como funciona e quais as suas vantagens:

O que é a fibra óptica

É um filamento de sílica ou vidro ultrapuro extremamente fino e flexível. Sua estrutura é composta por uma capa protetora, interface e núcleo. A transmissão dos dados é feita com o auxílio de um fotoemissor que transforma sinais elétricos em pulsos de luz. Por meio de um processo conhecido como reflexão total interna, a luz viaja por longas distâncias sem sofrer nenhum tipo de atenuação.

O cabo de fibra óptica é produzido por um complexo processo no qual várias camadas de materiais isolantes e refletores são integrados a fios de aço e plásticos, para garantir que o fio tenha maior robustez e mais proteção a interferências.

Por ter dimensões reduzidas, ser imune a perturbações eletromagnéticas e conseguir transmitir grandes quantidades de dados, a fibra óptica tem substituído as tecnologias convencionais de transmissão de dados. Para atender as diferentes necessidades do mercado, existem dois tipos de cabos. Saiba mais sobre eles a seguir:

Cabo monomodo

  • Utilizado para comunicações de longo alcance;
  • Valor elevado;
  • Construção e manuseio complexo;
  • Permite a transferência de apenas um sinal de luz;
  • Tem núcleo de 8 a 9 μm e casca de 125 μm;
  • Alcance limitado a quatro quilômetros para cabeamento estruturado;
  • Dimensões menores quando comparado com outros tipos de fibra;
  • Uso de comprimentos de onda de 1.310 ou 1.550 μm;
  • Maior comprimento de onda, permitindo transmissão de grande quantidade de dados.

Cabo multimodo

  • Utilizado em cabeamentos primários inter e intra edifícios;
  • Possui núcleo maior do que o de um cabo monomodo;
  • Permite o uso de fontes luminosas mais baratas do que a dos cabos monomodo;
  • Tem alcance de 2 quilômetros para cabeamento estruturado;
  • Utilizados em aplicações com recursos limitados e de baixa distância.

A fibra apagada

Nada mais é do que uma estrutura de cabeamento instalada e pronta para transmitir dados, mas que se encontra inativa. Essas estruturas normalmente são alugadas por empresas para a realização de tarefas temporárias como backups, entrada em sistemas de computação na nuvem e projetos que demandam grandes taxas de transferência por um curto período de tempo. Para companhias de telefonia, a “fibra escura” dá mais segurança em caso de acidentes com a rede principal e diminui os custos de expansões.

A fibra iluminada

Já o termo fibra iluminada é atribuído a estruturas de rede que estão em uso. Ela também é adquirida por meio de operadoras como a Vogel.

A fibra óptica permitirá que criemos novas ferramentas e soluções em áreas como medicina, serviços governamentais, Big Data, telecomunicações, videoconferência e computação em nuvem. Devido à sua maior capacidade de transferência de dados, a fibra tem ajudado companhias a inovarem por meio de serviços mais complexos e que lidam com mais informações simultaneamente.

Você sabia que a Vogel tem mais de 21 mil quilômetros de fibra óptica pelo país? Conheça nossas soluções de rede para seu negócio!