Contrate agora Soluções Vogel

Contrate agora Soluções Vogel

Área do cliente EN

News Entrevista: Carlos Campos

Com mais de 20 anos de experiência em contabilidade, auditoria e controles internos, Carlos José Lubão de Campos é o Gerente de Controladoria da Vogel Telecom. Há um ano e cinco meses na companhia, acompanhou uma série de mudanças, mas ressalta que o "foco nunca foi alterado". "Há uma busca constante pelo aprimoramento da qualidade dos serviços", afirma. Na entrevista abaixo, ele fala como é o trabalho na área e destaca as conquistas e desafios:

Como é a atuação na Gerência de Controladoria?

A Controladoria tem duas áreas correspondentes: a contábil e a fiscal. Geramos as informações contábeis para fechar um balanço e, também, fazemos a apuração dos tributos. Nossa rotina é analisar as informações recebidas de nossos clientes internos (compras, vendas, financeiro, etc) e externos (clientes, fornecedor e governo). Podemos dizer que aqui é onde terminam as operações financeiras da companhia.

Quais são as conquistas recentes e metas da área?

Temos foco contínuo na melhora do fluxo de dados. Quanto mais rápida e correta a informação chega, melhor conseguiremos apurar as divergências e inconsistências. Este ano, internalizamos o processo Contábil e Fiscal. Todo esse processo era terceirizado. Agora, está tudo dentro da Vogel, com um time dedicado. Não podemos deixar de comentar o processo de Incorporação e unificação das empresas SouthTech, Telbrax e Smart pela Vogel.

E quais são os desafios enfrentados no dia a dia?

Temos como premissa a orientação ao nosso público interno e externo. A divulgação/troca de informações entre esses públicos deve seguir uma regra: “A fonte tem que ser única”. As regras fiscais/contábeis necessitam de interpretações, pois dependendo da questão tem uma interpretação única.

Como é a relação com a equipe da Vogel?

Temos uma integração muito boa, com uma constante troca de experiências. Nossa interação é permanente com as áreas de compras, faturamento, financeiro, facilities, e TI e, também, com a diretoria e o comercial. Oferecemos suporte aos diversos setores, num aperfeiçoamento permanente.

Quais são as perspectivas para o encerramento de 2018 e o próximo ano?

Com essas movimentações que ocorreram (incorporação e internalização contábil), nosso objetivo de encerramento é antecipar o fechamento contábil anual, inclusive com o relatório dos auditores independentes. Para 2019, buscamos nos manter constantemente atualizados com as mudanças na legislação tributária e contábil. O mundo está mudando e precisamos acompanhar essas mudanças, sejam tecnológicas, regras e outras.